SHERPA DO MAR ADJUDICA, ATRAVÉS DA ZONA FRANCA DE VIGO, O DESENVOLVIMENTO DE SUA PLATAFORMA WEB I-SHERPA

28.04.2020

Como uma das principais ações a serem desenvolvidas pela Zona Franca dentro do Projeto Sherpa do Mar, o Delegado assinou esta manhã o contrato com a empresa Ilunion Tecnología y Accesibilidad SA, do grupo ONCE, para o desenvolvimento de uma plataforma Web, denominada i -Sherpa, que irá apoiar o projecto europeu de melhoramento tecnológico do sector marinho-marítimo da Eurorregião Galiza-Norte de Portugal. Como explicou David Regades, o objetivo fundamental deste projeto é a criação de novas empresas que, a partir das sinergias científico-tecnológicas existentes, sejam capazes de gerar empregos com especial atenção para os jovens da nossa sociedade.

A plataforma web i? Sherpa será a principal ferramenta operacional do projeto Sherpa do Mar e tem como objetivo facilitar o trabalho de mentores, empresários e empresas envolvidos neste projeto transfronteiriço destinado a melhorar a competitividade dos setores ligados ao mar do nosso Eurorregião. A plataforma i-Sherpa irá estabelecer uma lista de questionários de desempenho e cálculo de indicadores a partir dos quais poderá ser estabelecido um plano de ação, bem como acompanhar a evolução deste projeto que vai lançar uma nova rede transfronteiriça que cria e consolida novas atividades empresariais intensivas em conhecimento no domínio marinho-marítimo.

Para além destas funções, e como catálogo de ideias de negócio de acesso público, o i-Sherpa servirá também como suporte para a publicação de informação sobre os projectos empresariais que surjam com esta iniciativa. Adicionalmente, irá oferecer um espaço que servirá de ponto de encontro entre fornecedores e requerentes de conhecimentos no sector marítimo-marítimo da Eurorregião.

Prevê-se, se as circunstâncias atuais o permitirem, que esta plataforma esteja operacional antes do verão para que, o mais rapidamente possível, se possa chegar à criação de empresas no meio marinho.

O projeto Sherpa do Mar

O Sherpa do Mar é um dos três projetos do concurso POCTEP 2019, cofinanciado 75% pelo FEDER, do qual a Universidade de Vigo é a principal beneficiária e em que a Zona Franca participa como um dos nove parceiros com um contribuição que rondará os duzentos mil euros. O projeto visa criar e revitalizar uma plataforma Eurorregional na Galiza e no Norte de Portugal para a promoção da competitividade no setor marítimo através da promoção de empresas de base tecnológica com elevado valor acrescentado.

O projecto é liderado pelo grupo REDE da Universidade de Vigo e, em conjunto com este grupo de investigação, Campus do Mar e o Vice-Reitor de Investigação, o Consórcio de Vigo Franca, a Agência Galega de Inovação (GAIN), a Universidade de Santiago de Compostela e A Coruña do lado galego e a Asprela Technology Transfer Association (UPTEC), a Universidade de Inovação do Porto (UPorto-UPIN), o Centro Interdisciplinar de Investigação Marinha e Ambiental (CIIMAR) e o Fórum do Associação de Economia Oceânica, do lado português.